Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Anathema

"Todos elogiam o sonho, que é o descansar da vida. Mas é o contrário, Doutor. A gente precisa do viver para descansar dos sonhos"

"Todos elogiam o sonho, que é o descansar da vida. Mas é o contrário, Doutor. A gente precisa do viver para descansar dos sonhos"

...

Janeiro 07, 2022

Anathema

 

Somos o que somos. Somos a soma. A soma do que temos e do que nos falta. Somos o que ficou. O que ficou quando nos deixaram ir. Somos o que foi embora. Somos o que somos e o que queremos ser. O que não podemos deixar de ser. Somos o que nunca seremos. Somos o resultado. Nem sempre certo. Somos o que tentamos fazer resultar. Somos o que falhamos. Somos o que nos falhou. Somos o que tentamos. E o que nos tenta. Somos o que fazemos e o que deixamos por fazer. O que desfazemos. O que nos traz desfeitos. As desfeitas que nos fazem. Somos feitos da mesma matéria. Dos mesmos sonhos. Somos defeitos. Perfeitos. Somos escolhas. Às vezes sem escolha. Somos o que nos resta. Mesmo que não nos bastemos. Somos o que somos. Somos o que fomos. E o que ainda temos para ser. Bagagem e viajante, sempre.

lado.a.lado

...

Janeiro 06, 2022

Anathema

 

Se não precisar de sair quando está a chover, não saio. É óbvio. Mas se precisar de sair, tenho de me preparar para a chuva e, mesmo assim, já se sabe o que vai acontecer: o cabelo encaracola, as calças colam-se às pernas e há de haver uma pinga qualquer, daquelas bem grossas, a cair-me gelada no meio da cabeça só para fazer pandã com o nariz vermelho do frio. Ora isto é o que acontece com a vida em geral. Se a vida fosse fácil e não fosse preciso fazer por ela, a gente não precisava de ir à luta. Como precisamos, temos de nos preparar e de nos apetrechar. A determinação e o trabalho nunca podem ficar em casa. Já se sabe, também aqui, que havemos de encontrar umas nuvens ameaçadoras pelo caminho e que há de haver um vento que nos quer virar a alma do avesso – o que é muito pior do que ter o guarda-chuva virado ao contrário ou as varetas partidas – mas não podemos deixar de caminhar. Temos de continuar e seguir viagem. Secar as mágoas, sabendo que vem aí outra molha.

lado.a.lado

...

Janeiro 06, 2022

Anathema

 

Se não é importante, não dês importância. Se não adianta, não percas tempo. Se não te serve, não uses. Se é para te atingir, desvia-te. Não ligues ao que não vem por bem. Desapega-te das coisas que estão a mais e das pessoas que se pegam ao teu dia para te torrar a paciência. Não ouças zunzuns. A alegria repele as melgas. Borrifa-te e vais ver que elas desaparecem.

lado.a.lado

...

Janeiro 05, 2022

Anathema

...

Janeiro 04, 2022

Anathema

 

Não perguntes Porquê eu. Não perguntes Porquê a mim. Não adianta. São perguntas que te fazem andar em círculo e andar em círculo não te leva a lado nenhum. Andar em círculo é só outra forma de ficar parado. Não fiques parado. Avança. Deixa de andar às voltas quando não há volta a dar. Avança. Não te demores no que não tem resposta. Sai do círculo, fecha o ciclo.

lado.a.lado

...

Janeiro 03, 2022

Anathema

...

Janeiro 02, 2022

Anathema

...

Janeiro 02, 2022

Anathema

 

Ora deixa-me cá ver qual é a palavra que vou vestir hoje. Não quero cá palavras sonsas nem falinhas mansas, há modas que não aprecio. Nem palavras caras, dessas que aparecem nas frases só para dar nas vistas e ninguém percebe o que foram lá fazer. Nem palavras compostas nem maldispostas ou indispostas. Quero uma palavra simples, sem dupla grafia, uma palavra prática, sem dúvidas de etiqueta ou gramática, que me assente bem à alma e que não amarrote ao longo do dia. Já sei! Hoje vou vestir ALEGRIA!!
Bom dia! 🌷
 
lado.a.lado

...

Janeiro 01, 2022

Anathema

...

Janeiro 01, 2022

Anathema

 

- Mãe.
- Sim.
- Porque é que temos saudades de umas coisas e de outras não?
- Porque só temos saudades das coisas que ficam.
- Mas só podemos ter saudades das coisas que foram embora.
- Foram embora, mas ficam em nós.
 
lado.a.lado

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub