Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Anathema

"Todos elogiam o sonho, que é o descansar da vida. Mas é o contrário, Doutor. A gente precisa do viver para descansar dos sonhos"

"Todos elogiam o sonho, que é o descansar da vida. Mas é o contrário, Doutor. A gente precisa do viver para descansar dos sonhos"

...

Dezembro 22, 2022

Anathema

 

“Não é obrigação de ninguém permanecer ao lado de uma pessoa ou uma situação abusiva. A gente pode respeitar, a gente pode perdoar e mesmo assim escolher se distanciar. Porque não é egoísmo optar por cuidar da própria saúde mental e da paz da nossa alma. Sim, todos nós encontramos pessoas tóxicas pelo caminho. E essas pessoas também nos ensinam muito e colocam a prova a nossa capacidade de tolerância, respeito, paciência e amadurecimento. As pessoas difíceis também nos ajudam a crescer. Não podemos esperar que sempre encontraremos pessoas gentis, que compactuem dos mesmos pensamentos e ideais que os nossos. Mas isso não significa que precisamos aceitar tudo, tampouco conviver eternamente ao lado de alguém que não nos respeita e nem entende limites. Quando a convivência é abusiva e o diálogo é nulo, o afastamento se torna a cura. Afastar-se não um ato nocivo quando feito com discernimento e respeito. É uma estratégia que quando possível ameniza danos de uma convivência que não fazia bem. A gente precisa parar de se culpar por escolher se preservar diante de uma situação que não apresentava outra alternativa. É melhor se afastar do que insistir em convivências que machucam. Ninguém pode mudar o outro, mas a gente pode escolher se retirar de espaços que não nos ajudam a crescer sem precisar se culpar por essa escolha. Respeitar não obriga ninguém a conviver.”
 
Alexandro Gruber

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub