Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Anathema

"Todos elogiam o sonho, que é o descansar da vida. Mas é o contrário, Doutor. A gente precisa do viver para descansar dos sonhos"

Anathema

"Todos elogiam o sonho, que é o descansar da vida. Mas é o contrário, Doutor. A gente precisa do viver para descansar dos sonhos"

...

27.09.21, Anathema

 

Dentro de mim não tenho idade. Se me perguntarem a idade tenho, respondo a que está no cartão de cidadão, mas na verdade, sei que não tenho idade.
Trago em mim sabedorias ancestrais, por isso talvez já tenha alguns séculos de existência, por outro lado carrego uma criança, ávida de conhecimento, que se deslumbra a cada nova aprendizagem, que continua a gostar de aprender, que sente sempre que nunca viverá o suficiente para aprender tudo aquilo que tanto queria saber e entender.
Trago, igualmente, em mim a loucura de todos os adolescentes, a ironia perante algumas situações, a provocação, às vezes o dramatismo e os sonhos que continuam a fazer brilhar os meus olhos e a fazer saltar-me o coração.
Trago a mãe que sou, o amor imenso que sinto pelos meus filhos e pelos filhos dos outros, o instinto de proteção, o abraço de carinho, os conselhos e as preocupações.
A mulher que erra e que tenta aprender com os seus erros.
Trago, ainda em mim, a mulher que sou, a companheira leal para todas as horas, o ombro amigo, a pessoa com quem podem desabafar, desabar e contar. Sou a mulher, a mãe, a filha, a irmã, a amiga, a amante, sou tudo dentro de mim.