Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Anathema

"Todos elogiam o sonho, que é o descansar da vida. Mas é o contrário, Doutor. A gente precisa do viver para descansar dos sonhos"

Anathema

"Todos elogiam o sonho, que é o descansar da vida. Mas é o contrário, Doutor. A gente precisa do viver para descansar dos sonhos"

...

02.07.21, Anathema

 

É noite,
espreito a rua
como se ela fosse a casa
que te recolhe.
Sou intrusa
no meu próprio lar.
Conheço a minha raiva:
quero apartar-me do teu corpo,
roubar os olhos
que incendiaste noutra mulher.
Quando chegares,
as tuas mãos,
eternas parteiras de mim,
os meus pulsos deceparão.
Vê o que fizeste de mim:
sou tão sombra
que não me distingo do chão,
esse chão feito apenas
para de mim te afastares.
Vê o que faço sem ti:
não encontro sono onde dormir
nem me resta luz para acordar.
Como posso viver
com tão pouca vida?
Há mulheres
que estão vivas
quando se lembram.
Esquecer
é o que, a mim,
me faz ser mulher.
 
Mia Couto
Em "Lumes"
Livro "vagas e lumes"