Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Anathema

"Todos elogiam o sonho, que é o descansar da vida. Mas é o contrário, Doutor. A gente precisa do viver para descansar dos sonhos"

Anathema

"Todos elogiam o sonho, que é o descansar da vida. Mas é o contrário, Doutor. A gente precisa do viver para descansar dos sonhos"

...

 

"Enriqueço na solidão: fico inteligente, graciosa e não esta feia ressentida que me olha do fundo do espelho. Ouço duzentas e noventa e nove vezes o mesmo disco, lembro poesias, dou piruetas, sonho, invento, abro todos os portões e quando vejo a alegria está instalada em mim."
.
- Lygia Fagundes Telles, no livro “As meninas”. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

...

...

 

Um dia, na escola, os nossos netos e bisnetos vão aprender que em 2022 um homem, cuja loucura apenas se equiparou à de Hitler, invadiu um país independente e democrático bombardeando hospitais, escolas e outros edifícios civis.
Não sei que desfecho lhes vai ser ensinado. Não faço ideia se o louco vai ou não conseguir subjugar uma Ucrânia que resiste sozinha e escolheu morrer de pé.
Mas espero que, no dia em que tiverem a primeira aula sobre esta guerra, a professora de história lhes fale do homem de 80 anos que se apresentou ao exército ucraniano com um saco com três t-shirts, umas calças, uma escova de dentes e algumas sandes e disse que queria lutar pelo futuro dos netos.
Espero que a professora lhes fale dos ucranianos que, sozinhos numa ilha, perante a ameaça de bombardeio vinda de um navio de guerra russo, responderam ao navio um solene "vai para o caralho" quando lhes pediram que se rendessem.
E que o programa curricular não se esqueça do jovem militar que se rebentou no meio de uma estrada para impedir que tanques russos pudessem passar.
Nesse dia, espero que ouçam a história do jovem casal que, não sabendo o que os esperava, decidiu casar e, logo a seguir, carregou as armas e foi defender o país já como marido e mulher.
E que todas as professoras de história do futuro os ensinem a reverênciar o nome de Volodimir Zelenskii. O presidente que recusou o apoio dos EUA para sair do país. O presidente que ficou em Kiev. O presidente que mostrou ao mundo o que é a coragem e aquilo que um presidente deve ser.
Não sei como é que isto vai acabar, mas quero muito que um dia os nossos netos e bisnetos aprendam que, com uma coragem que envergonhou o resto do mundo, a Ucrânia resistiu.
E que a queda do louco Putin começou no dia 24 de Fevereiro de 2022. O dia negro em que invadiu uma Ucrânia livre.
 
Slava Ukraine! 💙💛

...

 

 

A única revolução realmente digna de tal nome seria a revolução da paz, aquela que transformaria o homem treinado para a guerra em homem educado para a paz porque pela paz haveria sido educado. Essa, sim, seria a grande revolução mental, e portanto cultural, da Humanidade. Esse seria, finalmente, o tão falado homem novo.
 
José Saramago

...

...

...

...

...

 

Gratidão pelo que temos, pelo ar que respiramos, pelo perfume que nos seduz, pela cor que nos encanta. Gratidão pelo tanto que temos, quando a tantos tanto falta.

lado.a.lado

...

Pág. 1/6