Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Anathema

"Todos elogiam o sonho, que é o descansar da vida. Mas é o contrário, Doutor. A gente precisa do viver para descansar dos sonhos"

"Todos elogiam o sonho, que é o descansar da vida. Mas é o contrário, Doutor. A gente precisa do viver para descansar dos sonhos"

...

Março 26, 2021

Anathema

 

...

Março 25, 2021

Anathema

 

São tão poucos os que nos olham com atenção.
São tão poucos os que nos escutam com o coração.
São tão poucos os que estudam os nossos movimentos, aprendem a ler a sombra no nosso olhar.
São tão poucos os que se interessam por tudo aquilo que nos diz respeito.
São tão poucos os que nos fazem uma pergunta e ouvem de facto a resposta.
São tão poucos os que de facto nos sentem, não são?
É por isso que os amamos, porque são raros.
 
Ana Silvestre

...

Março 25, 2021

Anathema

 

Nasci com alma de gato!
Adoro meu cantinho. Meu afeto é de graça, não faço nada pra ganhar audiência. Às vezes quero mesmo ficar na minha; e, não, não aconteceu nada.
Amo a noite e a lua. Sou curiosa demais, por isso, muitas vezes bato o focinho em portas e corações fechados. Acredito que espreguiçar é uma arte. O barulho me incomoda; a boa música me encanta.
Amo aqueles que me respeitam; respeito aqueles que amo. Adoro uma baguncinha. Quando o carinho é bom, fecho os olhos pra aproveitar. Quando a companhia é boa; abro o coração pra acompanhar. Tenho mesmo alma de gato; minha liberdade é um valioso bem. Tenho sete vidas, com certeza. E, com certeza já gastei algumas.
E, aprendi... a andar devagar, a relaxar diante de quem confio e a entender que quando a alma arrepia pode ser por prazer, mas pode ser por estar em perigo também... ainda estou aprendendo a distinguir os dois.
 
- Ana Macarini

...

Março 24, 2021

Anathema

 

...

Março 24, 2021

Anathema

 

...

Março 24, 2021

Anathema

 

Vai passar, tu sabes que vai passar. Talvez não amanhã, mas dentro de uma semana, um mês ou dois, quem sabe? O verão está aí, haverá sol quase todos os dias, e sempre resta essa coisa chamada 'impulso vital'. Pois esse impulso às vezes cruel, porque não permite que nenhuma dor insista por muito tempo, te empurrará quem sabe para o sol, para o mar, para uma nova estrada qualquer e, de repente, no meio de uma frase ou de um movimento te surpreenderás pensando algo assim como 'estou contente outra vez'.
 
Caio Fernando Abreu

...

Março 24, 2021

Anathema

 

"Lembras-te do avental da tua avó?
O primeiro propósito do avental da avó era proteger as roupas abaixo.
Mas, além disso:
Servia de luva para retirar a frigideira ardente do forno. Era maravilhoso para secar as lágrimas das crianças e, em certas ocasiões, para limpar as carinhas sujas. Do galinheiro, o avental servia para transportar os ovos e, por vezes, os pintos.
Quando os visitantes chegavam, o avental servia para proteger as crianças tímidas. Quando estava frio, a avó enrrolava os braços. Este bom velho avental fazia de fole, agitado por cima do fogo a lenha. Era ele que transportava as batatas e a madeira seca na cozinha. Da horta, ele servia de cesta para muitos produtos hortícolas depois que as ervilhas tinham sido recolhidas era a vez das couves.
No final da temporada, era utilizado para colher as maçãs caídas da árvore. Quando os visitantes chegavam de forma repentina, era surpreendente ver a rapidez com que este velho avental podia dar para baixo o pó. Na hora de servir as refeições a vovó ia na escada a agitar seu avental. E os homens nos campos sabiam instantaneamente que tinham de ir à mesa. A avó também o usava para pousar o bolo de maçã acabado de sair do forno no parapeito para esfriar.
Nos nossos dias, não se usa mais o avental. Vai demorar uns anos até que alguma invenção ou objeto possa substituir este bom avental."
 
Casa Rosa

...

Março 23, 2021

Anathema

 

...

Março 22, 2021

Anathema

 

...

Março 22, 2021

Anathema

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub