Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Anathema

"Todos elogiam o sonho, que é o descansar da vida. Mas é o contrário, Doutor. A gente precisa do viver para descansar dos sonhos"

"Todos elogiam o sonho, que é o descansar da vida. Mas é o contrário, Doutor. A gente precisa do viver para descansar dos sonhos"

...

Junho 27, 2020

Anathema

 

...

Junho 27, 2020

Anathema

 

...

Junho 26, 2020

Anathema

 

...

Junho 26, 2020

Anathema

 

...

Junho 25, 2020

Anathema

 

 

"E foi assim que me apaixonei por ti.
Pela forma como me tocaste. Não o corpo, mas a alma! E fizeste-o de forma tão atrevida quanto inesperada!

Tocaste com os teus gestos e atitudes. Atitudes que fazem a diferença na vida de um homem com o coração a transbordar. Tomado por amor genuíno, que respeita, confia, liberta!

Porque o amor, não é prisão!

Amor, é liberdade!

Liberdade de sermos quem somos, como somos, e acima de tudo, o que somos! Com todos os nossos defeitos e virtudes. Inteiros, nunca pela metade!

Apaixonei-me pela forma como, antes de me beijares, morro de desejo por um beijo teu!

Apaixonei-me pela forma como ainda antes das nossas roupas tocarem o chão, já a tua alma fez amor com a minha!

Apaixonei pela forma como apareceste na minha vida. Fizeste-o de forma tão discreta quanto deliciosa. Pela maneira como exorcisaste os meus fantasmas tomando-me aos poucos. Com esse teu jeito de menina-mulher, que sabe o que quer, onde vai, ao que vai...!

E é assim que me apaixono por ti, dia após dia. Pela forma como me tocas. Porque sabes como mais ninguém, onde tocar e como tocar. A isso chama-se...
...saber amar!"

#LuisMiguel

...

Junho 25, 2020

Anathema

 

 

"Um dia, um jovem perguntou ao seu avô: " Avô! Como puderam viver antes...
- sem tecnologia
- sem internet
- sem computadores.
- sem drones
- Sem Bitcoins
- sem telemóveis.
- sem facebook

O avô respondeu:
" tal como a tua geração vive hoje...
- sem orações.
- sem dignidade.
- sem compaixão.
- sem vergonha
- sem honra.
- sem respeito
- sem personalidade
- sem carácter
- sem amor próprio
- sem modéstia.
- sem honra.

Nós, as pessoas nascidas entre 1950 e 1989 somos os abençoados, a nossa vida é uma prova viva.

👉 quando montávamos de bicicleta, nunca usamos o capacete.

👉 depois da escola, fazíamos os trabalhos de casa e saíamos para jogar até ao anoitecer.

👉 brincávamos com amigos de verdade, não amigos da internet.

👉 se alguma vez nos sentíamos sedentos, bebemos água do cano, não água engarrafada.

👉 nunca ficamos doentes compartilhando o mesmo copo com os nossos amigos.

👉 nunca ganhamos peso comendo pratos de arroz todos os dias.

👉 não aconteceu nada aos nossos pés, apesar de andar descalços.

👉 nunca usamos suplementos para nos manter saudáveis.

👉 costumávamos criar os nossos próprios brinquedos e brincar com eles.

Os nossos pais não eram ricos. Eles deram-nos amor, não materiais mundanos.

👉 nunca tivemos telefones celulares, DVD, play station, Xbox, videogames, computadores pessoais, internet... mas sim tivemos amigos de verdade.

👉 visitávamos a casa do nosso amigo sem ter sido convidados e desfrutamos da comida com eles.

👉 os familiares viviam perto para aproveitar o tempo da família.

👉 é possível que tenhamos estado em fotos a preto e branco, mas você pode encontrar lembranças muito coloridas nessas fotos.

👉 somos uma geração única e mais compreensiva, pois somos a última geração que ouviu seus pais..."

Eugénia Cunha

...

Junho 25, 2020

Anathema

 

A vida se renova a cada dia... nos pequeninos detalhes.

✫‿ ✍️ ‿✫LuAndrade

...

Junho 24, 2020

Anathema

 

...

Junho 23, 2020

Anathema

 

Nasci para ser livre. Nasci para fazer tudo aquilo que dizem que a mulher não pode fazer.
Para quebrar barreiras e preconceitos. Não me encaixo em definições pré concebidas que algum dia alguém achou ser verdade e assim foi.
Para mim não, obrigada. Não me sujeito às regras dos outros e os meus limites traço-os eu. E desafio-os, quebro-os sempre que julgo necessário.
Nao me encaixo na vulgaridade e o normal aborrece-me de morte.
Ouso viver a minha vida como me apraz. Sem verdades universais que variam de sentença em sentença.
Não abdico de quem sou para ser quem os outros querem que seja. Não fecho os olhos ao que me incomoda, a quem me incomoda. E só está na minha vida quem eu quero. Quem me faz falta. Quem me é importante. Não gosto de toda a gente, não gosto da maior parte das pessoas nem tenho pretensão que todos gostem de mim.
Não agrado a muita gente e vivo bem com isso. Qualidade em detrimento de quantidade. Sempre.
Permito-me a esta liberdade de ser assim. Rebelde, intensa. Só minha. De me colocar em primeiro lugar. De o meu amor próprio ser maior e mais importante do que qualquer um outro. Não prejudico ninguém e não permito que o façam comigo. Sou tal como o vidro. Se cair parto, se me partirem, corto.
E podem até tirar-me o chão. Puxar-me o tapete.
Mas jamais me poderão cortar as asas e impedir-me de voar.

Miss Paty

...

Junho 23, 2020

Anathema

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub